Pecuária: Numa área total de 587 hectares, a Fazenda da Barra destina 370 hectares à pecuária de corte. Atualmente, a fazenda além de produtiva é considerada um modelo regional de produção e preservação ambiental. Entre tantas ações implantadas, podemos destacar algumas que são revolucionárias para a pecuária, desde o momento da sua implantação até os dias atuais.

  • Queimadas – na época eram praticadas de maneira indiscriminadas para “limpar” o pasto, na propriedade logo no início foi implantando um novo conceito, sem queimadas utilizando as roçadas manuais e mecânicas para o controle do “mato” nas áreas de pastagem. Alguns anos depois já era visível a grande diferença na qualidade das pastagens, do solo, estado dos animais, entre as fazendas que utilizavam-se da queimada como prática, e o Projecto Vivo. A Fazenda da Barra assim passou a ser o grande refúgio dos animais silvestres.
  • Mata Ciliar – devido à agricultura anteriormente praticada na fazenda, qual destruíra a mata ciliar e ao fato dos animais beberem água no Rio Formoso, danos sérios estavam implantados. No início do Projecto Vivo, uma cerca de arame a 100 metros da barranca do rio foi construída, para que a mata ciliar pudesse recompor-se evitando, assim, a erosão. Os animais passaram a beber água inicialmente em açudes, atualmente utilizam bebedouros alimentados por água oriunda de poço artesiano. O ambiente respondeu positivamente a esta atitude recompondo a mata ciliar original.
  • Reservas Florestais – além da reserva oficial, a fazenda preservou áreas para manejo sustentável da floresta. Sendo a primeira propriedade no estado de Mato Grosso do Sul a constituir uma RPPN (RESERVA PARTICULAR DO PATRIMONIO NATURAL.
  • Desmate seletivo - implantado com o objetivo de preservar capões de mato para servirem de proteção aos bovinos, garantindo assim a biodiversidade de flora e fauna.
  • Homeopatia na Produção Animal – revolucionário conceito de estimular os animais a demonstrar todo o seu potencial zootécnico, sem, contudo adotar medidas estressantes de manejo.
  • Inseminação Artificial – implantada na fazenda com a finalidade de introduzir um melhor potencial genético a baixo custo reduzindo assim a necessidade de touros. A técnica transmitida para a equipe da fazenda foi assimilada obtendo resultados muito positivos.

    Neste cenário preservacionista e deslumbrante é que são desenvolvidas as atividades de cria, recria e engorda de bovinos. Atualmente a fazenda é dividida em unidades de pastoreio, em sistema de pastejo rotacionado, cada uma delas contento “praças de alimentação” onde através das “casas de sal” e bebedouro para água todos os animais conseguem suprir as necessidades diárias.
    A propriedade é pioneira na utilização da Homeopatia Populacional em rebanhos bovinos, tendo servido como base experimental para testes e desenvolvimento de produtos há mais de 15 anos. Adotou essa postura vislumbrando uma alternativa natural e eficaz no controle sanitário do rebanho, sem que fosse necessário o uso indiscriminado e potencialmente agressivo de produtos químicos que afetam o animal e o meio ambiente, com isso pode-se notar em toda extensão da Faz da Barra a convivência pacífica e necessária para a Cadeia Produtiva no mesmo Meio Ambiente de garças, jacarés, capivaras, tuiuiús, onças, catetos, etc.
    A Homeopatia aplicada à produção animal é uma grande aliada para a fazenda, pois há mais de dois anos os bovinos na sua totalidade não são tratados com produtos químicos, apenas com o núcleo de maneira preventiva o qual estimula a capacidade de defesa dos animais contra os agentes agressores.
    A fazenda já foi vistoriada por técnicos de órgãos certificadores de PRODUÇÃO ORGANICA, estando apta para ser certificada. O processo de certificação é um dos objetivos a ser atingido durante o ano de 2005/2006.
    Em uma outra área da região,a Agropecuária Projecto Vivo está implantando um projeto de ovinocultura, com o mesmo conceito praticado na fazenda da barra para os bovinos, também visando tornar-se um gerador de tecnologia de fácil aplicação no campo.
    A empresa parceira no desenvolvimento de soluções para a propriedade, e que presta consultoria na parte da Pecuária é a equipe técnica da REAL H – Nutrição e Saúde Animal, precursora na utilização da homoepatia aplicada à produção animal na América do Sul.
    O Projecto Vivo segue cumprindo com o seu compromisso original de gerar tecnologia, atualmente na fazenda, vários experimentos estão em andamento em parceira com a Real H (www.realh.com.br) objetivando avaliar ganho de peso dos animais, qualidade do acabamento da carcaça, controle da verminose dos animais, redução de problemas clínicos de diarréia, etc.
    A Fazenda está aberta para receber sugestões e críticas, bem como para apresentar com a maior transparência possível os resultados encontrados, que são facilmente detectados no momento de uma visita.

    Dados técnicos
Marcelo Renck Real
Médico Veterinário
CRMV – MS 0634